Google
 

Filtro com nanotubos de carbono zera nicotina do cigarro

Bookmark e Compartilhe

Os nanotubos de carbono permitem a fabricação de filtros com excelente capacidade de remoção de nicotina e alcatrão e outros gases existentes na fumaça do cigarro.

A descoberta no Departamento de Química da FFCLRP aconteceu quando a estudante de doutorado Elaine Matsubara testava filtros para tolueno. Como o grupo já domina a técnica de produção dos vários compósitos de nanotubos de carbono, começou a trabalhar inicialmente no desenvolvimento de um filtro para o tolueno.

“Usamos a queima do cigarro porque o professor Luis Alberto Beraldo de Moraes, da FFCLRP, que também faz parte do grupo, estava estudando a presença de tolueno na fumaça do cigarro. Simulamos uma pessoa fumando, com o filtro normal de um cigarro e com o filtro feito com o compósito", diz o professor. "Para nossa surpresa, um dos compósitos de nanotubo de carbono que estava sendo desenvolvido praticamente zerou os sinais da existência dessas substâncias na fumaça produzida pelo cigarro”.

O pesquisador revela que são vários os tipos de compósitos de nanotubos de carbono, mas que somente um apresentou potencial de filtrar essas substâncias, cujo nome é mantido em sigilo devido a um artigo científico em fase de publicação e ao pedido de patente já depositado.

Ouça o texto

0 comentarios:

Imprimir
Related Posts with Thumbnails