Google
 

Gelo o futuro energético

Bookmark e Compartilhe

Gelo que queima Cientistas prevêem que no futuro os hidratos de gás ("gelo que queima")natural irão desempenhar um papel importante tanto em fonte de energia sustentável como nas alterações climáticas, neste o degelo libera os hidratos de metano que flutuam na água. Metano é um poderoso gás do efeito estufa, 20 vezes mais potente que o CO2.

Ao longo de décadas os hidratos de gás são conhecidos pelos cientistas, mas eles só recentemente começaram a tentar usá-los como fonte energética alternativa e estimam que os hidratos de gás da região do Alasca possam alimentar 100 milhões de lares durante dez anos.

Hoje, os pesquisadores estão encontrando enormes depósitos de hidratos gasosos em todo o mundo, incluindo Estados Unidos, Índia e Japão. E no Brasil estão situadas em regiões "offshore", na bacia de Pelotas (RS) e na Foz do Amazonas. Segundo informações obtidas junto ao Laboratório de Geologia Marinha da UFF.

Chama obtida pela queima do gás liberado.
A maioria dos trabalhos já desenvolvidos sobre os Hidratos de gás no Brasil foram realizados pelo Petróleo Brasileiro S/A.

Você sabia?


Uma das explicações para o fenômeno no "Triângulo das Bermudas", onde vários navios foram "sugados" para o fundo do mar, cita os hidratos de metano: uma súbita liberação de grande quantidade deste gás seria suficiente para afundar um navio.



Os hidratos de gás têm a aparência de um gelo branco, mesclado de laranja, vermelho, azul e cinza. São feitos de clatratos – moléculas de água organizadas na forma de gaiolas, contendo metano no interior das mesmas.

Os clatratos se formam naturalmente no subsolo: além de 1000 metros de um solo perpetuamente gelado das regiões nórdicas ou a mais de 500 metros abaixo do soalho dos oceanos profundos.

Ele estoca enormes quantidades de metano. Fundindo-se 1 centímetro cúbico de hidrato de gás ele libera até 164 centímetros de gás!

Apenas 1% desses recursos seria suficiente para prover o planeta de energia limpa e pouco geradora de gás, com efeito, estufa.

Ouça o texto

2 comentarios:

Clarissa disse...

Oi, Ingrid. Mais uma das explicações para o mistério do Triângulo das Bermudas. Interessante o post.
abraços

FHAZ NEW disse...

Clarissa
A anos especula-se sobre o mistério que envolve o Triângulo das Bermudas.

Ma os favoritos dos mais técnicos são:
campos magnéticos estranhos e flatulências oceânicas.

Favorito dos mais sépticos:
Tempestades, furacões, tsunami s, terramotos, ondas, correntes, etc...Azar, piratas, cargas explosivas, navegantes incompetentes e outras causas naturais e humanas.

E por ai vai...
obrigada pela visita.
bjs

Imprimir
Related Posts with Thumbnails