Google
 

Google perde direito de utilizar a marca GMAIL na Alemanha

Bookmark e Compartilhe

O Google não pode mais usar o nome Gmail na Alemanha, pois ao fazê-lo infringe a marca registrada de outra empresa, decidiu a Justiça alemã.Embora lamente a decisão, a empresa diz que o veredicto não a impedirá de oferecer serviços de webmail no país.Como no Reino Unido, onde a companhia não detém a marca Gmail, o serviços será oferecido sob o nome "Google Mail" na Alemanha.
O serviço Gmail foi lançado em 2004 e o Google detém a marca em mais de 60 países, segundo a própria empresa.Lançado na Alemanha em 2005, o serviço mudou de nome no país depois que Daniel Giersch processou a empresa, com sucesso. Um tribunal de apelação favoreceu Giersch na quarta-feira, mas os detalhes da decisão devem levar meses para serem publicados.

Quando forem, o Google decidirá se vai abandonar o caso ou levá-lo à Corte Suprema.Giersch registrou a marca "G-mail" na Alemanha, em 2000. Segundo ele, há outras ações abertas contra a empresa na Espanha, Portugal e Suíça.Recentemente, foi o Google que levou Giersch ao banco dos réus na Áustria, para evitar que ele criasse um serviço com o nome Gmail lá.

Como parte do acordo, Giersch assinou um documento dizendo que não ofereceria serviços sob o nom e Gmail em nenhum país da Europa, excluindo a Alemanha e países fora da União Européia, como Mônaco, Noruega e Suíça, disse um porta-voz do Google por e-mail.Giersch nega que tenha assinado tal documento, mas afirma disse ao tribunal que essas são de fato suas únicas áreas de interesse. Ele afirma ainda que não tem interesse em vender a marca ao Google, mas sim expandir seus negócios, lançados em 2000. Baseada em Mônaco, sua operação conta com 10 funcionários fixos e 45 em período variável.
Compare Preços de: Notebook , Câmera Digital , Home Theater , TV

Ouça o texto

0 comentarios:

Imprimir
Related Posts with Thumbnails